Data: 05/08/2021 Tags: Brasil | Polícia | RJ | São Pedro da Aldeia | Trader | Criptomoedas

Wesley Pessano, trader de criptomoedas, é executado a tiros em São Pedro da Aldeia, RJ

Imagem da internet (divulgação)

Influenciador digital e investidor em criptomoedas, Wesley Pessano, 19, foi assassinado a tiros na tarde desta quarta-feira (04/08) em São Pedro da Aldeia, Rio de Janeiro. De acordo com testemunhas, Wesley iria cortar o cabelo quando um carro emparelhou a seu Porsche vermelho e disparou quatro vezes.

Uma segunda pessoa, no banco do passageiro do carro de Wesley, também foi ferida e levada ao hospital. Ainda não há informações sobre sua identidade e estado de saúde. O caso foi registrado na 125ª DP, em São Pedro da Aldeia.

A polícia não descarta nenhuma linha de investigação, apesar de, a princípio, nenhum item ter sido roubado – nem seu carro avaliado em RS$ 440 mil. "Ainda é muito prematuro. As linhas de investigação dependem de vários fatos, das circunstâncias. Ainda falta a oitiva da testemunha, a pessoa que presenciou o fato, foi alvejada e sobreviveu. Existe a possibilidade de ter sido simplesmente um roubo, por ser um carro de luxo dentro de uma comunidade", disse o delegado Milton Siqueira Junior, titular da delegacia policial.

Trabalho e redes sociais


Wesley Pessano, gaúcho e morador de Cabo Frio há um ano, tinha mais de 124 mil seguidores no Instagram, no qual se apresentava como "trader" do mercado financeiro e dava dicas e consultoria sobre investimentos.

Em seu canal no Youtube, que conta 14 mil inscritos, Pessano apresentava-se como "rei do pullback", expressão do mercado financeiro que indica movimento de correção contrário à tendência de mercado, ou seja, ativos que podem sofrer alterações drásticas no preço em pouco tempo.
Imagem da internet (divulgação)

Pix terá medidas de segurança para coibir sequestros e roubos

O aumento de casos de sequestros relâmpago e de roubos relacionados ao Pix fez o Banco Central (BC) introduzir medidas de segurança no sistema instantâneo de pagamentos. As alterações divulgadas em 27/08 também afetam outras modalidades de pagamento eletrônico, como a Transferência Eletrônica Disponível (TED), cartões de débito e transferências entre contas de um mesmo banco.

Imagem da internet (divulgação)

Campanha "Vacina Sim" avança e foca em imunização total

A partir de 13/09, a campanha "Vacina Sim" entra em nova fase. O consórcio de veículos de imprensa, artistas, apresentadores e anônimos se unem para levar uma mensagem sobre a importância da imunização completa contra a covid, com duas doses e para toda a população.