Data: 28/09/2021 Tags: Brasil | RJ | Polícia | Faraó dos bitcoins | Celulares | Cela

"Faraó dos bitcoins" vai para segurança máxima após vistoria encontrar celulares e picanhas nas celas

Imagem da internet (divulgação)

Glaidson Acácio dos Santos, conhecido como "Faraó dos bitcoins", foi transferido para uma penitenciária de segurança máxima após uma vistoria na Cadeia Pública Joaquim Ferreira de Souza, no Complexo do Gericinó, onde estava preso, encontrar quatro celulares e peças de carne "in natura" nas celas e galerias onde ele estava, no Rio de Janeiro.

O secretário de Administração Penitenciária, Fernando Veloso, determinou que o diretor, o subdiretor e o chefe da segurança sejam exonerados. Além de Glaidson, Tunay Pereira Lima, outro preso da mesma operação que o colocou na cadeia, também foi transferido para a penitenciária de segurança máxima Laércio da Costa Pellegrino (Bangu 1).

Na semana passada, a Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP), já havia encontrado celulares na cela vizinha de Glaidson. A Corregedoria da SEAP tem investigações de que cada aparelho estaria sendo oferecido ao ex-garçom por R$ 50 mil, para que ele continuasse com os negócios de dentro da cadeia.

A prisão


Glaidson foi preso no dia 25 de agosto na Operação Kryptos. Em sua mansão, a Polícia Federal apreendeu cerca de R$ 20 milhões em espécie. Foram encontrados também dólares e euros em espécie e até barras de ouro. Segundo a PF, os investigados da operação são suspeitos de operar um esquema Ponzi (pirâmide financeira).
Imagem da internet (divulgação)

Pix terá medidas de segurança para coibir sequestros e roubos

O aumento de casos de sequestros relâmpago e de roubos relacionados ao Pix fez o Banco Central (BC) introduzir medidas de segurança no sistema instantâneo de pagamentos. As alterações divulgadas em 27/08 também afetam outras modalidades de pagamento eletrônico, como a Transferência Eletrônica Disponível (TED), cartões de débito e transferências entre contas de um mesmo banco.

Imagem da internet (divulgação)

Emissoras e classe artística erram ao promover o abuso de álcool

Em reality shows como "A Fazenda" e "Big Brother Brasil", um dos momentos mais aguardados pelos competidores e que mais rendem à edição é a festa regada a bebidas alcoólicas. Em "lives" de sertanejos, o álcool também ocasiona grandes catástrofes à imagem do artista e de seu patrocinador. Há sempre quem exagera na dose.

Imagem da internet (divulgação)

CNBB pede punição a deputado do PSL que ofendeu o papa e bispo de Aparecida

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) encaminhou uma carta ao presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, o deputado estadual Carlão Pignatari, exigindo punição ao deputado estadual Frederico D'Avila (PSL) por ter atacado a instituição e outras figuras religiosas.