Data: 06/08/2021 Tags: Saúde | Vacina | Covid | Contágio | Reinfecção

Não vacinados têm o dobro de chance de reinfecção com Covid, diz estudo

Imagem da internet (divulgação)

Pessoas não vacinadas têm duas vezes mais chances de serem reinfectadas com o vírus da covid-19 do que aquelas que estão totalmente imunizadas, de acordo com um estudo publicado hoje (06/08) pelas autoridades de saúde dos Estados Unidos.

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), principal agência de saúde pública do país, o estudo respalda a recomendação de que "todas as pessoas elegíveis devem poder se vacinar, independentemente de terem sido previamente infectadas com o Sars-CoV-2", o vírus que causa a doença.

Alguns políticos americanos, entre eles o senador republicano Rand Paul, declararam que não querem ser vacinados sob o argumento de que já teriam uma imunidade natural por terem contraído o coronavírus.

Estudo e amostragem


O estudo se baseou em uma amostra de 246 adultos do Kentucky que foram reinfectados pelo vírus entre maio e junho deste ano, após terem sido contaminados pela primeira vez em 2020.

Eles foram comparados com 492 pessoas em um grupo de "controle", conforme sexo, idade e data em que a infecção foi detectada.

Segundo o estudo, as pessoas não vacinadas tiveram 2,34 vezes mais probabilidade de serem reinfectadas em comparação com aquelas completamente imunizadas com vacinas da Pfizer, Moderna ou Johnson & Johnson.

Ainda não está clara a duração exata da imunidade adquirida após uma infecção e isso pode ser alterado pelo surgimento de novas variantes, de acordo com os pesquisadores.

Por exemplo, estudos de laboratório mostraram que amostras de sangue coletadas de pessoas infectadas com a cepa original do vírus de Wuhan apresentaram uma resposta imunológica fraca contra a variante Beta, identificada pela primeira vez na África do Sul.

Uma das limitações desse estudo é que ele foi realizado antes do surgimento da variante Delta, que hoje é a cepa dominante nos Estados Unidos.
Imagem da internet (divulgação)

Pix terá medidas de segurança para coibir sequestros e roubos

O aumento de casos de sequestros relâmpago e de roubos relacionados ao Pix fez o Banco Central (BC) introduzir medidas de segurança no sistema instantâneo de pagamentos. As alterações divulgadas em 27/08 também afetam outras modalidades de pagamento eletrônico, como a Transferência Eletrônica Disponível (TED), cartões de débito e transferências entre contas de um mesmo banco.

Imagem da internet (divulgação)

Emissoras e classe artística erram ao promover o abuso de álcool

Em reality shows como "A Fazenda" e "Big Brother Brasil", um dos momentos mais aguardados pelos competidores e que mais rendem à edição é a festa regada a bebidas alcoólicas. Em "lives" de sertanejos, o álcool também ocasiona grandes catástrofes à imagem do artista e de seu patrocinador. Há sempre quem exagera na dose.

Imagem da internet (divulgação)

CNBB pede punição a deputado do PSL que ofendeu o papa e bispo de Aparecida

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) encaminhou uma carta ao presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, o deputado estadual Carlão Pignatari, exigindo punição ao deputado estadual Frederico D'Avila (PSL) por ter atacado a instituição e outras figuras religiosas.