Data: 27/07/2021 Tags: Polícia | Londrina | Uber | Motorista | Ataque | Faca

Motorista de aplicativo é ferido à faca por passageira "revoltada" em Londrina

Imagem da internet (divulgação)

Um motorista de aplicativo foi ferido à faca por uma mulher aparentemente descontrolada, na manhã desta terça-feira (27/07), em Londrina. Ela teria ficado brava porque o motorista cancelou a corrida, depois de ficar um tempo esperando a passageira e ela não aparecer. A violência revoltou outros motoristas de aplicativo, que fizeram um protesto em frente ao condomínio durante a tarde.

O caso ocorreu na entrada de um condomínio de prédios do bairro Jardim as Américas, na zona norte de Londrina. Conforme o motorista, Clayton Júnior, ele recebeu o chamado da corrida via aplicativo, que regulamenta um tempo de espera para o motorista. Se o passageiro demora para aparecer, ele pode cancelar e pegar outra corrida.

Clayton diz que quando ele estava saindo, a passageira, moradora do condomínio, apareceu. Ela insistiu para entrar no carro, mas o motorista explicou que já havia aceitado outra corrida e este foi o início da discussão. Para tentar "se justificar", o homem foi até a guarita do porteiro para perguntar para ele quanto tempo estava no aguardo da mulher. Como o porteiro não quis se meter, a briga continuou.

Revoltada, diz o motorista, a mulher foi até a guarita para pegar uma faca. Neste momento é que Clayton começa a filmar tudo com o celular. Ela vai para cima do motorista com a faca, tentando acertá-lo e ameaçá-lo, porque ele estava filmando. Um dos golpes acertou de raspão o ombro do motorista, até que ela desiste de golpear o motorista e vai danificar o carro dele.

Veja o vídeo


Vídeo da internet (divulgação)

Clayton, que trabalha há oito meses como motorista de aplicativo, diz que nunca se deparou com uma ocorrência tão violenta como essa. Ele deu queixa à polícia e foi fazer exame de corpo de delito.

Quando souberam do acontecido, outros motoristas de aplicativos se uniram e fizeram um protesto pacífico na frente do condomínio. Um deles, Alex Aparecido Martins, contou como as pessoas se revoltam e agridem motoristas sem entender as considerações dos trabalhadores. "Já teve caso de senhor de idade apanhar. Uber que não queria levar saco de cimento em estrada de chão (para não sujar o carro) e apanhar", disse Alex.
Imagem da internet (divulgação)

Pix terá medidas de segurança para coibir sequestros e roubos

O aumento de casos de sequestros relâmpago e de roubos relacionados ao Pix fez o Banco Central (BC) introduzir medidas de segurança no sistema instantâneo de pagamentos. As alterações divulgadas em 27/08 também afetam outras modalidades de pagamento eletrônico, como a Transferência Eletrônica Disponível (TED), cartões de débito e transferências entre contas de um mesmo banco.

Imagem da internet (divulgação)

Emissoras e classe artística erram ao promover o abuso de álcool

Em reality shows como "A Fazenda" e "Big Brother Brasil", um dos momentos mais aguardados pelos competidores e que mais rendem à edição é a festa regada a bebidas alcoólicas. Em "lives" de sertanejos, o álcool também ocasiona grandes catástrofes à imagem do artista e de seu patrocinador. Há sempre quem exagera na dose.

Imagem da internet (divulgação)

CNBB pede punição a deputado do PSL que ofendeu o papa e bispo de Aparecida

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) encaminhou uma carta ao presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, o deputado estadual Carlão Pignatari, exigindo punição ao deputado estadual Frederico D'Avila (PSL) por ter atacado a instituição e outras figuras religiosas.