Data: 15/07/2021 Tags: Principal | Variedades | África | Incêndio | Acidente | Bebê

Mãe é forçada a jogar seu bebê de um prédio em chamas em Durban, na África do Sul

Vídeo da internet (divulgação)

Tanto a mãe quanto a criança foram resgatadas e reunidas. Vizinhos e pessoas que passavam pela região também ajudaram no resgate de outras pessoas presas no edifício.

O incêndio teria sido causado por saqueadores em meio à onda de protestos e violência que tomou o país desde a prisão do ex-presidente Jacob Zuma, na semana passada.

Zuma foi condenado a 15 meses de prisão por se recusar a depor em um processo em que é acusado de corrupção. Ele nega ter cometido crimes.

Dezenas de pessoas já morreram em meio à violência, e centenas foram presas. O presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa, pediu calma.
Imagem da internet (divulgação)

Pix terá medidas de segurança para coibir sequestros e roubos

O aumento de casos de sequestros relâmpago e de roubos relacionados ao Pix fez o Banco Central (BC) introduzir medidas de segurança no sistema instantâneo de pagamentos. As alterações divulgadas em 27/08 também afetam outras modalidades de pagamento eletrônico, como a Transferência Eletrônica Disponível (TED), cartões de débito e transferências entre contas de um mesmo banco.

Imagem da internet (divulgação)

Emissoras e classe artística erram ao promover o abuso de álcool

Em reality shows como "A Fazenda" e "Big Brother Brasil", um dos momentos mais aguardados pelos competidores e que mais rendem à edição é a festa regada a bebidas alcoólicas. Em "lives" de sertanejos, o álcool também ocasiona grandes catástrofes à imagem do artista e de seu patrocinador. Há sempre quem exagera na dose.

Imagem da internet (divulgação)

CNBB pede punição a deputado do PSL que ofendeu o papa e bispo de Aparecida

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) encaminhou uma carta ao presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, o deputado estadual Carlão Pignatari, exigindo punição ao deputado estadual Frederico D'Avila (PSL) por ter atacado a instituição e outras figuras religiosas.